É urgente resgatar o sorriso


Autoria: Andreia Nunes
Departamento de Recursos Humanos

O mundo mudou!

Já te dissemos, já o ouviste e repetiste vezes sem conta e já o sentiste na primeira pessoa.

Estamos saturados de temas como a pandemia, COVID-19, surtos e confinamentos. Mas, facto é que entraram pelas nossas vidas como se de um tsunami se tratasse. Sem alertas e sem planos de prevenção.

De um momento para o outro, as nossas vidas viraram-se de “pernas para o ar”.

O mundo mudou mas não parou. E por isso, nos próximos tempos, teremos de continuar a encarar estas mudanças, na esperança de conseguirmos gerir os seus impactos o melhor que nos for possível.

CABE A CADA UM DE NÓS, NO MEIO DESTE TURBILHÃO, ESCOLHER SE NOS DEIXAMOS SEGUIR COM A CORRENTE OU TOMAMOS AS RÉDEAS DO NOSSO DESTINO.

Nunca temas como a saúde física ou prevenção da doença foram tão falados como na actualidade. De facto, mais do que nunca, são inquestionáveis, mas e o que dizer da nossa saúde mental? Do nosso bem estar emocional? Adormecido, se não mesmo esquecido.

A verdade é que a pandemia, para além de tudo, trouxe consigo grandes níveis de stress e ansiedade a toda a população e este impacto, ao nível do nosso psicológico, foi também ele imprevisível e avassalador.

As estatísticas relatam cenários pouco animadores para o nosso país, no que respeita ao consumo de ansiolíticos, sendo que Portugal era já o quinto país da OCDE que mais recorria a este tipo de medicação. Consequência da pandemia ou não, assistimos no 1.o trimestre do ano, em comparação com o mesmo período de 2019, a um aumento de vendas de mais de 400 mil embalagens deste tipo de medicação.

Seria ingénuo pensarmos que a nossa saúde psicológica e nosso bem estar não seriam “beliscados” com tudo oque nos está acontecer, e é fundamental zelarmos por ela.

A boa notícia é que cada um de nós pode fazer a diferença em si e cultivar pequenos hábitos, pequenas mudanças e, passo a passo, cultivar hábitos sãos física e mentalmente.

É certo que vivemos num presente frenético, onde os obstáculos, as dúvidas e incertezas quanto ao futuro nos aterrorizam, mas é nossa responsabilidade sermos agentes do nosso próprio bem estar. Só assim aumentamos a nossa resistência, a nossa autoconfiança e a nossa felicidade.

Para abordarmos esta tema do bem estar, não partimos de grandes análises, leituras cientificas ou dissertações de mestrado, apenas de reflexões, situações vividas pessoalmente e algumas conversas e desabafos com os nossos colegas.

CONCLUÍMOS QUE É URGENTE VOLTAR A OLHAR PARA NÓS E REAJUSTARMOS ALGUMAS ESTRATÉGIAS DE AUTO CUIDADO DE FORMA A IRMOS AO ENCONTRO DO NOSSO EQUILÍBRIO.

E, porque a forma de trabalharmos foi também ela afectada, e simultaneamente afectou a nossa vida, é nossa missão ajudar neste reequilíbrio e sugerir pequenas estratégias que possam promover este bem estar. São pequenas mudanças, ao alcance de cada um de nós, mas que fazem toda a diferença.

 

  • Quick Tips:
  • Começa o teu dia como se fosses trabalhar! Cuida de ti! Muito falamos sobre cuidar do nosso interior, mas cuidar do exterior, sentirmo-nos bem com o que vemos, tem um efeito avassalador na nossa auto-estima e autoconfiança.
  • Não te esqueças de dar os bons dias aos teus colegas ou toma uma café virtual! Continuar a socializar, mesmo que de volta remota ou condicionada é um óptimo profiláctico do isolamento e solidão;
  • Faz um planeamento e uma gestão eficaz da tua agenda e do teu dia de trabalho. No final do dia, o sentimento de dever cumprido é arrebatador! Tens algumas dificuldades nesta gestão? Assiste ao curto vídeo de Barbara Corcoran, empreendedora de sucesso e estrela do ‘Shark Tank’, que, de uma forma muito simples, nos dá dicas importante de como organizar as nossas responsabilidades e tornar o nosso dia mais produtivo. Não te identificas com o que viste? Existem muitas outras ferramentas que te podem efectivamente ajudar a ser mais produtivo. Deixamos mais alguns exemplos:
    • Método GTD
    • Principio de Pareto
    • Matriz de Eisenhower
    • Técnica Pomodoro
  • Exploras esta técnicas e adopta aquela que melhor se aplica a ti!
  • Faz pausas frequentes, estica-te e respira! Fazer intervalos regulares no trabalho ajudará a melhorar o teu entusiasmo, a produtividade, a saúde mental e combate o sedentarismo a que agora estamos sujeitos. Se possível, dá uma saltinho à rua!! Ver pessoas, respirar ar puro e socializar. No momento em que vivemos, por menor que seja, é fundamental!
  • Cria alguns limites e incentivos para desligar! A forma como agora trabalhamos veio romper a típica definição de horário de trabalho e esbater as fronteiras que nos auxiliavam a desligar. Nos dias de hoje, estamos sempre no activo, e com muita frequência não resistimos a “terminar só mais esta tarefa”, à qual lhe somamos mais umas tantas. É importante estabelecermos algumas regras de auto controlo, para conseguirmos conciliar trabalho e descanso de forma saudável. Ambos saem a ganhar, já que equilibramos a nossa vida pessoal, diminuímos a propensão para o stress, aumentamos a “frescura” mental e melhoramos o nosso desempenho.

Mas não só no trabalho devemos aplicar algumas regras de autocuidado. Também na nossa vida pessoal devemos promover o Autocuidado como garantia de mais qualidade de vida e bem estar.

A propósito, já paraste para cuidar de ti hoje?

Segue estas dicas, dá-lhes o teu toque pessoal e vais ver que vão promover um estilo de vida mais saudável e potenciar o teu desenvolvimento:

  • Alimenta-te correctamente e pratica exercício Físico! Os benefícios, não precisamos de te os dizer;
  • Mantém um boa rotina de sono;
  • Ouve música de gostes!
  • Respira profundamente e espreguiça-te para aliviar a tensão e relaxar o corpo;
  • Mantém um pensamento optimista;
  • Rodeia-te de pessoas com boas energias;
  • Investe em ti!
  • Prioriza o teu desenvolvimento pessoal. É o melhor investimento que podes fazer em ti Pára e reflecte. Reserva alguns minutos do dia apenas para ti
  • Cultiva-te! Já dizia Jum Rohn (empresário, escritor e especialista em desenvolvimento pessoa) que « Os homens de sucesso têm grandes bibliotecas, os restantes, grandes televisores»
  • Abraça aqueles que nesta fase puderes e beneficia do poder do toque. Sabias que o abraço tem o poder extraordinário de produzir no nosso organismo uma substância chamada oxitocina, também conhecida como a hormona do amor bem-estar, que quando libertada aumenta a nossa felicidade?
  • Ri e contagia o corpo com boa disposição.

 

SABIAS QUE …

  • Um adulto leva cerca de quatro semanas a sorrir o mesmo que uma criança sorri num dia?
  • Lembra-te que rir é realmente o melhor remédio e a melhor arma contra tempos difíceis! Vamos lá inverter estas estatísticas??