Wondernews Ago 18 – Protecção do meio Ambiente


Sabendo que muita da energia consumida é proveniente de fontes não renováveis, que contribuem para a depleção dos recursos naturais, bem como para o aquecimento global, devido à emissão de gases com efeito de estufa para atmosfera, torna-se premente a mudança de comportamentos, que deverão começar em cada um de nós.

Desta forma comece por mudar alguns hábitos do seu dia a dia, sem prescindir de todo conforto, que em muito ajudarão a diminuir a sua pegada ecológica como também a sua fatura de eletricidade, tais como:

Ar condicionado e ventilação

  • Não utilize o ar condicionado com portas e/ou janelas abertas;
  • Aproveite para ventilar os espaços nas horas de menor calor (ex: durante a noite);
  • Faça a manutenção periódica dos equipamentos de refrigeração. Limpe os filtros dos equipamentos de ar condicionado pelo menos 2 vezes por ano (por exemplo na mudança das estações do ano: primavera/verão e no Outono/inverno);
  • Certifique-se que todas as janelas e portas de casa estão bem isoladas – cerca de 30% do calor/frio entra em casa pelas janelas, ou seja, também pode sair, o que significa que gastará mais energia a aquecer ou a refrescar a casa;
  • No Verão, mantenha as cortinas e estores corridos para não deixar entrar o calor e no Inverno faça o contrário, para que o sol aqueça a casa.

Iluminação

  • Utilize apenas as luzes estritamente necessárias e evite luzes acesas em lugares desocupados;
  • Abra persianas e cortinas e aproveite a luz solar;
  • Substitua as lâmpadas incandescentes por fluorescentes compactas (que consomem 75% menos e duram mais);
  • Mantenha as lâmpadas e candeeiros limpos – o pó e a sujidade reduzem a luminosidade.

Eletrodomésticos

  • Se tiver de comprar eletrodomésticos, não se esqueça de escolher os modelos com maior eficiência energética. Gasta mais, mas irá poupar muita energia durante toda a vida útil do equipamento;
  • O frigorífico é um dos eletrodomésticos que mais energia gasta numa casa, por isso, evite abrir e fechar a porta muitas vezes, optando antes por retirar ou guardar tudo o que precisa de uma só vez;
  • Não coloque alimentos ainda quentes ou mornos no frigorífico – caso contrário o frigorífico terá de consumir mais energia para os arrefecer eficazmente;
  • Em vez de utilizar uma máquina de secar roupa, seque-a ao ar livre;
  • Evite a acumulação de gelo no congelador ou arcas frigoríficas, para manter uma eficiência energética eficiente;
  • Quando passar a ferro, passe a maior quantidade de roupa possível, aproveitando o facto da tábua e do ferro já se encontrarem quentes, e evitando o consumo excessivo de energia que ligar e desligar um ferro inúmeras vezes requer;
  • Quando estiver a assar ou a cozer algo no forno, evite abrir a porta do mesmo muitas vezes, caso contrário perde cerca de 25% de calor, para além de gastar mais energia para voltar a aquecer o forno;
  • Desligue as bocas do fogão ou o forno alguns minutos antes do tempo previsto. O calor acumulado acabará de cozinhar os alimentos na perfeição, enquanto poupa energia;
  • Coloque as máquinas de lavar roupa e de lavar loiça a funcionar apenas quando estiverem cheias;

Equipamentos elétricos e eletrónicos

  • Desligue os aparelhos que se encontram em stand-by (Monitores, rádios, TV…) sempre que preveja ausência superiores a 30 minutos;
  • Mesmo depois de carregar o seu telemóvel, máquina fotográfica, tablet ou computador, não deixe os carregadores nas tomadas, isto porque continuarão a gastar energia.

Fatura de eletricidade

  • Tente perceber na sua fatura de eletricidade qual a % de energia que tem a sua origem em fontes renováveis e não renováveis;
  • Na sua fatura mensal analise as emissões de CO2 (gás com efeito de estufa) que o seu consumo mensal gerou, e tente minimiza-lo.