Wondernews Jan 16 – Discriminação no local de Trabalho


MailDesignerImage-FF7ED19B-206A-430B-AB44-E78D6F1AEEF2-image-1

Devido à globalização é possível assistir a um aumento da diversidade dos colaboradores nas organizações. A diferença de culturas e a diversidade de crenças, raças e orientações está cada vez mais presente.
No último ano vimos crescer na nossa organização equipas internas e externas, tendo aumentado a nossa área de atividade e tendo sido integrados na organização profissionais de outras áreas. Existiu necessidade de acomodarmos um sem fim de diversidade que nos permite ser hoje uma empresa mais ajustada à realidade, com diferentes ideias e com um ADN reforçado.
Deste modo, temos cada vez mais necessidade de nos adaptarmos e de dotarmos todos os nossos colaboradores da capacidade de aceitar, respeitar e entender a diferença eliminando possíveis situações de preconceito e discriminação.
Socialmente estabelecemos ideias pré-concebidas com base pouco fundamentada e que nos levam a formular preconceitos sobre conjuntos de pessoas com determinadas características. Esse preconceito, não nos permite na maioria das vezes darmo-nos a oportunidade de conhecer verdadeiramente essas pessoas, levando-nos a ações discriminatórias.
A ética da Wondercom não permite a ação discriminatória ou qualquer tipo de distinção, exclusão, restrição ou preferência em função da diferença.
Internamente fomentamos a abertura para conhecer novas realidades e o respeito inter colaboradores e promovemos a igualdade na relação de trabalho e no acesso ao mesmo.
Todas as pessoas têm direito ao acesso à igualdade de emprego, formação e promoção de carreira, independentemente da sua raça, idade, sexo, país de origem, língua e nacionalidade, não podendo ser discriminadas, ou prejudicadas em relação às outras por este tipo de questões (artigo 24º nº1 do Código do Trabalho).
É um dever de todos não praticar o ato de retaliação que prejudique o trabalhador em consequência de rejeição ou submissão a ato discriminatório. (artigo 25º nº 7 do Código do Trabalho).
Colaboradores com origens distintas, crenças e ideais diversificados, várias idades, raças e orientações fazem parte da nossa organização. É fundamental integrar e respeitar a diferença.
É o capital humano que compõe a nossa organização que alimenta a nossa cultura e que nos destaca de tantas outras empresas.