Wondernews Abr 17 – O Local de Trabalho


O Local de Trabalho

O Local de Trabalho é “o lugar em que o trabalhador se encontra ou de onde ou para onde deve dirigir-se em virtude do seu trabalho, no qual esteja direta ou indiretamente sujeito ao controlo do empregador”. O Posto de Trabalho é “o sítio dentro do local de trabalho onde efetivamente o trabalhador executa a sua atividade”.
Os locais de trabalho são sujeitos a uma avaliação de risco para os quais já existem medidas preventivas implementadas. A grande maioria trabalha no mesmo edifício, no mesmo piso, no mesmo gabinete, na mesma secretária e quase sempre utilizando a mesma cadeira. Os perigos a que estamos expostos já estão controlados.
 
No entanto, há funções, como por exemplo: Técnico de Field Service, que podem num único dia passar por 3 ou mais locais distintos. Neste caso, cada um destes espaços pode expor o trabalhador a perigos diferentes, pois em cada um deles, o trabalhador poderá ter atividades tão distintas como subir a postes ou descer a caixas de visita, subir a um escadote ou simplesmente colocar cola num rodapé … 
A avaliação destes locais de trabalho é algo que devemos fazer continuamente. Observar conscientemente o meio que nos envolve, permite adotar as medidas necessárias para podermos realizar o nosso trabalho em segurança. 
 
No caso do Field Service passa por observar um conjunto de situações tais como:
  • O tipo de edifício;
  • Os acessos;
  • A vizinhança;
  • A existências de animais;
  • A necessidade de trabalhos na via pública;
  • A necessidade de trabalhos em altura;
  • Cabos não identificados ou escondidos;
  • Móveis que restringem o espaço;
  • Piso molhado ou sujo;
  • A existência de escadas;
  • A circulação de viaturas;
  • Pessoas estranhas ao serviço;
No caso dos Operadores de Logística, o local de trabalho é o mesmo, mas a dinâmica que envolve as suas tarefas obriga a uma observação constante do espaço, por exemplo:
  • Objetos no chão;
  • Piso escorregadio;
  • Arrumação das prateleiras;
  • Estantes instáveis;
  • Desorganização do espaço;
  • Ferramentas de corte espalhadas;

Estas observações deverão permitir-nos adequar a nossa forma de estar ao meio onde vamos intervir. O objetivo principal é a não ocorrência de acidentes, logo esta observação que fazemos possibilita a aplicação das regras de segurança mais adequadas:
Por exemplo:
  • Adoção de boas práticas na organização do espaço de trabalho (exemplo: HouseKeeping);
  • Utilização de equipamento de proteção coletiva;
  • Utilização de equipamento de proteção individual;
  • Não utilização de equipamento danificado;
  • Não utilização de ferramentas danificadas;
  • Implementar o que se aprendeu nas formações.
Mas acima de tudo há que:
Não inventar!!!
Pensar antes de agir!!!
Perguntar a quem sabe!!!

SEGURANÇA ! Atitude que mantém a vida