Wondernews Fev 17 – Parte 1 – Movimentação Manual de Cargas


A movimentação manual de cargas consiste em atividades como levantar, agarrar, abaixar, empurrar, puxar, transportar ou deslocar uma carga, podendo ser executado por um ou mais trabalhadores.
A movimentação manual de cargas pode afetar a saúde dos trabalhadores através de:

  • Danos cumulativos devidos à deterioração gradual e cumulativa do sistema músculo-esquelético em resultado de atividades contínuas de elevação/movimentação, por exemplo, dores lombares;
  • Traumatismos agudos, como cortes ou fraturas, devidos a acidentes.

Pode ocorrer um aumento do risco de lesões lombares devido a características do ambiente de trabalho, tais como:

  • Espaço insuficiente para a movimentação manual de cargas pode conduzir à adoção de posturas inadequadas e à deslocação de cargas de forma não segura;
  • Um pavimento irregular, instável ou escorregadio pode aumentar o risco de acidentes;
  • O calor provoca cansaço nos trabalhadores e o suor dificulta a manipulação de ferramentas, exigindo um esforço maior;
  • O frio pode diminuir a sensibilidade das mãos, tornando mais difícil agarrar objetos;
  • A insuficiente iluminação pode aumentar o risco de acidentes ou obrigar os trabalhadores a colocarem-se em posições inadequadas para conseguirem ver o que estão a fazer.

Para além destes, alguns fatores individuais podem também afetar o risco de lesões lombares:

  • A falta de experiência, de formação ou de familiaridade com a tarefa;
  • A idade — o risco de lesões sacrolombares aumenta com a idade e com o número de anos de trabalho;
  • As características e as capacidades físicas, como a altura, o peso e a força;
  • Antecedentes de lesões lombares.

Os acidentes e os problemas de saúde podem ser prevenidos através da eliminação ou da redução dos riscos de movimentação manual de cargas:

  • Eliminação do risco — avaliar se a movimentação manual de cargas pode ser evitada, por exemplo, com recurso a equipamento elétrico ou mecânico de movimentação de cargas;
    Medidas técnicas — se a movimentação manual de cargas não puder ser evitada, considerar a utilização de dispositivos de apoio, como monta-cargas, carrinhos e dispositivos de elevação pneumáticos;
  • Medidas organizacionais, como a rotatividade de tarefas e a introdução de pausas de duração suficiente, só deverão ser consideradas se a eliminação ou a redução dos riscos da movimentação manual de cargas for inviável;
  • Prestação de informações sobre os riscos e os efeitos negativos da movimentação manual de cargas para a saúde e formação sobre a utilização do equipamento e as técnicas corretas de movimentação